Nelson Teich é Demitido, Ministro Não Aprovava Uso de Cloroquina de Forma Liberada, sem Comprovação Cientifica


O ex-ministro da saúde Nelson Teich se despediu de colegas de trabalho no início da tarde desta sexta (15), de acordo com assessores do ex-titular da pasta da saúde, Teich teria sido demitido pelo presidente Bolsonaro, e não pedido demissão conforme informado em nota oficial.

Segundo informações divulgadas pela imprensa, o estopim da crise que culminou com a saída do então ministro, foi a resistência em recomendar o uso d

a cloroquina desde o início do tratamento da COVID-19, segundo Teich, não há estudos científicos que comprovem a eficacia do medicamento, os estudos até então não tiveram resultados conclusivos.

Nelson Teich foi o sucessor de Henrique Mandetta, que assim como ele defendeu a priorização dos dados científicos no combate ao novo coronavírus, neste momento três nome surgem como favoritos para ocupar a vaga no ministério, a médica Nise Yamaguchi, defensora da Cloroquina, Eduardo Pazzuelo, o mais cotado para assumir de forma interina, general da ativa do exercito, e o deputado federal Osmar Terra, amplo defensor do fim do isolamento social.

Para assessores Teich teria confidenciado que este havia sido o dia mais triste da sua vida, e que não rasgaria sua biografia. 



Postar um comentário

0 Comentários