Sistema de ônibus em Natal é reduzido por causa do novo coronavírus

A frota de transporte público coletivo em Natal está em redução, após a demanda de passageiros cair com a chegada da pandemia do novo coronavírus a cidade.
Secretário adjunto de Transportes da Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU) de Natal, Clodoaldo Cabral informou que a medida foi adota após monitoramento do fluxo do trânsito na BR-101, avenida Roberto Freire e avenida Prudente de Morais, ambas na Zona Sul da cidade.
"Esses são os principais corredores da cidade. Em horários de picos, não vemos o fluxo no trânsito como de costume. Reduziu muito. A diminuição na frota está sendo de acordo com a demanda, mas sem prejudicar as demandas dos usuários, que continuam sendo atendidos", comenta.
A capital potiguar possui cem linhas e uma frota total de 713 veículos, que devem ser atingidas. O intervalo entre uma viagem e outra, vai depender de cada linha.
Com a suspensão das aulas na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o circular que trafega no Campus Universitário deve ser suspenso. "Tem um ônibus lá, mas vamos observar agora a tarde o movimento para definir se será retirado ou não", diz.

Aulas suspensas

Na terça (17), a governadora Fátima Bezerra tomou diversas medidas com o intuito de tentar conter as contaminações pelo vírus. As aulas das redes pública e privada foram suspensas por 15 dias.
Além disto, vários órgãos públicos paralisaram suas atividades e ofícios foram enviados à Anac e à Anvisa para que os voos internacionais com destino ao RN sejam cancelados.
A Associação de Supermercados do RN (Assurn) já divulgou uma nota oficial, para acalmar o consumidor potiguar, com relação à quantidade de produtos nas prateleiras à disposição. De acordo com a Assurn, não há necessidade de correrias, nem de estocar alimentos.


AGORA RN

Postar um comentário

0 Comentários